carro voador

Embraer pede autorização para carros voadores no Brasil

Pedido é primeiro passo para operação de carros voadores transportando pessoas no País.

7 de abril de 2022 - 2 minutos de leitura

Autor: Redação

Compartilhe:

As cenas futuristas com carros voadores da animação Os Jetson estão mais próximas de se tornar realidade, pelo menos em parte. A Eve, startup da Embraer, entrou com pedido de certificação do “carro voador” na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O eVTOL é uma aeronave elétrica de decolagem e pouso vertical. Chamada de “carro voador”, ela tem uma característica de transporte individual e para pequenos grupos de pessoas e, por ser elétrica, tem zero emissões de carbono, um dos Gases do Efeito Estufa (GEE), além de produzir baixo ruído.

O pedido de certificação é o primeiro passo para a Anac liberar o uso do carro voador para uso em cidades e para transporte de pessoas. “A formalização do processo de certificação eVTOL é um passo importante para a continuidade das discussões que vêm sendo realizadas entre Eve e ANAC para a certificação de veículos para mobilidade urbana”, disse o diretor de tecnologia da Eve, Luiz Felipe Valentini, em comunicado à imprensa. 

Aeroporto para carros voadores

De olho no pedido aberto pela Embraer, a Socicam, empresa que administra terminais e aeroportos no Brasil, já lançou um projeto para desenvolver uma infraestrutura para as aeronaves elétricas: pontos de decolagem e aterrissagem projetados para ocupar os pisos superiores de terminais rodoviários.

Em entrevista à Época Negócios, o diretor de inovação e novos negócios da Socicam, Wanderley Galhiego Jr, disse que o objetivo é que o eVTOL seja integrado a outros meios de transporte no Brasil, por isso a opção por usar os terminais rodoviários. Além disso, segundo ele, até 2027 os terminais já estarão funcionando. No curto prazo, no entanto, o projeto piloto de “aeroporto de carro voador” abarca espaço para seis eVTOLs. 

O espaço conta não só com lugar para circulação de pessoas e para as aeronaves elétricas, como também um ponto para recarregar as baterias dos veículos para que eles consigam subir e descer com segurança.