Qualidade de vida nas cidades: quais as melhores quanto ao equilíbrio entre trabalho e vida pessoal?

São Paulo é a única brasileira no ranking, mas ficou em 97ª posição quanto à qualidade de vida nas cidades.

1 de julho de 2022 - 2 minutos de leitura

Autor: Redação

Compartilhe:

Como anda o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal na sua cidade? Um estudo da companhia de software Kisi tentou medir isso a partir de cálculos de índices variados, apontando como está a qualidade de vida nas cidades. O resultado foi um ranking das 100 principais cidades no mundo que privilegiam que os pratos dessa balança estejam alinhados.

A cidade de Oslo, da Noruega, ficou em primeiro lugar, seguida de Berna, na Suíça, e Helsique, na Finlândia. São Paulo é a única brasileira no ranking, mas ficou em 97ª posição, com 66,57 pontos. O cálculo é feito com base em uma série de indicadores. O índice mais alto de São Paulo é o de quantidade de espaços abertos para as pessoas, e também a qualidade do ar da cidade. Por outro lado, segundo o estudo da Kisi, São Paulo perde pontos na segurança (pontuação de 17,4).

O que proporciona mais qualidade de vida nas cidades? 

“Os últimos anos testaram as estruturas de suporte existentes para funcionários em todo o mundo”, disse o CEO da Kisi Bernhard Mehl, em entrevista ao Positive.News. “O estudo mostra as cidades que oferecem aos moradores o melhor acesso a cuidados de saúde mental de alta qualidade, bem como aquelas onde os funcionários podem e são incentivados a tirar mais dias de férias”.

A análise da Kisi foi feita a partir de fatores como segurança, saúde, o número de trabalhos remotos e a quantidade de dias de licença parental, além de indicadores mais claros como qualidade do ar, inflação e a proporção de espaços abertos para os cidadãos, ou seja, tudo que se relaciona à qualidade de vida nas cidades. De acordo com Mehl, até os índices de inflação altos acabam afetando o estresse dos colaboradores.

Já o espaço da cidade influencia a saúde mental de quem trabalha ao aumentar as barreiras para o seu trânsito pelo espaço, bem como para os seus momentos de lazer. Cidades como Copenhague, da Dinamarca – que teve parte do seu planejamento liderado por Jan Gehl – estão entre as top 10 cidades, exatamente por oferecer mobilidade para os cidadãos. Temas como inclusão e tolerância também pesam no nível de qualidade de vida das cidades.

Top 10 melhores cidades para equilibrar trabalho e vida pessoal

  1. Oslo, Noruega
  2. Berna, Suíça
  3. Helsique, Finlândia
  4. Zurique, Suíça
  5. Copenhague, Dinamarca
  6. Genebra, Suiça
  7. Ottawa, Canadá
  8. Sidney, Austrália
  9. Stuttgart, Alemanha
  10. Munique, Alemanha